O deputado-presidiário

A Câmara dos Deputados foi capaz de criar uma anomalia jurídica e regimental. Ao manter o mandato do deputado Natan Donadon, condenado à prisão em regime fechado, os ignóbeis deputados colocaram o “casa do povo” em uma situação peculiar.

Em primeiro lugar porque o condenado não pode sair da prisão para participar das reuniões, não podendo exercer o cargo. Em segundo, porque como deputado, o safado tem direito a mais de 26 mil reais de salário, auxílio-paletó, 15 milhões em verbas para sua região de origem, linhas telefônicas e 5 assessores. Como pessoas estranhas ao presídio não podem transitar em suas dependências, a saída para o representante da população seria contratar seus parceiros de cela como auxiliares administrativos, os quais teriam direito a um polpudo salário.

E entenda-se o motivo da não-cassação do mandato do mesmo. Os responsáveis pela maracutaia são partidos com deputados já condenados, que esperam o mesmo tratamento da casa futuramente, para não perderem a vaga de sua legenda. Portanto PT (de Genoíno e João Paulo Cunha), PP (de Pedro Henry e Ivo Cassol)  e PR (de Valdemar da Costa Neto) lideraram o esvaziamento a sessão, de forma que o número mínimo de votos para a cassação não foi atingido. Dessa forma, a bancada dos presidiários já nascerá “maior que a representação de muitos partidos políticos, como PSOL, PMN, PTdoB, PEN, PRR PSL, PHS e PRTB “.

Veja alguns detalhes na imagem abaixo, e leia também a matéria divulgada pelo TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios). Lá o excelentíssimo sr. Donadon conta todos os apuros que ele, injustamente, está passando na cadeia. Aposto que seus colegas estão horrorizados com a possibilidade de se juntarem a ele.

cong

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s